quarta-feira, 13 de junho de 2012

Lidando com o stress


Boa noite, sou Wal, sou um adicto e estou a 52 dias sem o uso de drogas.

Bom, ontem não postei, estava com a minha esposa comemorando o dia dos namorados, só ela para me fazer não escrever aqui diariamente, pois fora isso nada vai me afastar daqui, nem mesmo uma recaída pois escrever e ter retorno de outras pessoas tem me ajudado muito na busca da recuperação, agradeço muito a vocês que leem este singelo blog e me ajudam.

Hoje passei o dia meio eufórico, vi o passarinho verde e, como aprendi na clinica, isso não é bom. Tenho que me concentrar pra manter o meu humor controlado, pois qualquer alteração brusca pode desencadear a vontade de usar drogas. Lembro-me que na ativa a alegria, a tristeza, a euforia, o stress, o medo e qualquer outra alteração de humor me levava a usar drogas. Eu não sei lidar com minhas emoções.

Para confirmar isso tudo, no tratamento ambulatorial que faço na clinica em que fiquei internado hoje assisti uma palestra sobre stress, seus efeitos no dependente quimico e como lidar com ele. Aprendi que para um dependente quimico o nivel normal de stress é altíssimo, e o corpo depois de se aconstumar com o alto nivel de stress estranha quando ele fica baixo, por isso mesmo sem drogas eu continuo vivendo em ritmo acelerado, querendo fazer tudo ao mesmo tempo de uma vez só.

O melhor é que aprendi algumas técnicas de relaxamento complementares, alem de relembrar algumas dicas para melhorar o meu humor, pois eu ja estava começando a perder o controle denovo. Graças a Deus ainda tem muitas sessões para assistir na clinica, porque eu, por mim mesmo, não consigo nem atravessar a rua sozinho. É importante para mim admitir que sozinho não consigo, nunca fiz isso em toda a minha ativa, agradeço a Deus por permitir que eu aceite minha impotência agora.

Falando no Senhor, como Deus é misericordioso. Eu fui uma pessoa muito má na minha ativa: mentiroso, manipulador, ladrão, egoista, egocêntrico, sem educação, indiferente... a lista de adjetivos é longa, porém a misericórdia de Deus foi tão grande que permitiru que eu vivesse e pudesse desfrutar da recuperação, que é uma dádiva divina para quem não tinha esperança. Ficar um dia limpo é um milagre sem igual. Passar 24 horas sem fazer uso de algo que a alguns dias atras era impossível de fazer é um milagre.

Parte deste milagre é poder voltar a me relacionar bem com as pessoas, principalmente com aquelas que eu amo. Hoje minha esposa foi ao Nar-Anon e eu fiquei contente que ela também esta procurando tratamento, uma casa na qual ambos se tratam traz a possibilidade de ter uma vida sadia, sem a neurose da relação doentia que era até que eu procurasse tratamento.

Muito obrigado a todos que lerem e tenham um bom dia.

2 comentários:

  1. SPH força e fé é o que desejo no dia de hoje!!!

    ResponderExcluir
  2. muito feliz por vcs...de verdade...percebo q está sim no caminho certo...com humildade em se reconhecer impotente, em se reconhecer errado..desejo muito q meu marido encontre esse caminho..continue firme

    SPH

    ResponderExcluir